Médicos comentam o uso de melatonina contra a insônia

Tempo de leitura 4 minutos

A médica Simone Prezotti afirmou que não há estudos que comprovem o efeito da melatonina para a insônia.

Para quem sofre com insônia, um dos principais distúrbios do sono, alguns tratamentos são indicados por médicos, como o uso de medicamentos. Porém, é preciso seguir as orientações um especialista.

Nos Estados Unidos, a melatonina – hormônio produzido pelo corpo humano com a função de induzir ao sono – é utilizada como suplemento alimentar, sendo um dos mais vendidos. Porém, os médicos não recomendam seu uso para tratamento da insônia.
Presidente da Associação Brasileira do Sono (ABS), Seccional Espírito Santo, a pneumologista Simone Prezotti explicou que não há comprovação científica para o uso da substância no tratamento da insônia.

“Não temos estudos que comprovem seu efeito para a insônia. Mas ela pode ser indicada para tratar outros distúrbios do sono, como o distúrbio comportamental do sono REM, fase em que a pessoa tem pesadelos, se debate e fica agressiva, mas isso deve ser avaliado por um especialista”, destacou.

No Brasil, de acordo com Simone Prezotti, a substância só é vendida com receita médica e por meio de manipulação. Ela destacou que, se usada de forma indiscriminada, pode ter efeitos colaterais. “Dependendo da dose que a pessoa usa, pode ter dores de cabeça, diarreia, irritabilidade e, em pacientes com depressão, agravar o quadro da doença”, frisou.

O uso da substância pode ser indicado para idosos, que, segundo especialistas, têm diminuição da produção do hormônio.

Para o médico pneumologista especialista em medicina do sono Sérgio Barros, a melatonina não é tratamento para insônia.

O médico indica a substância para pacientes idosos. “Muitos idosos têm o costume de dormir várias horas durante a tarde, prejudicando o ciclo do sono. Nesses casos, a melatonina pode ser utilizada com indicação médica”, disse.

A pneumologista e especialista do sono Jéssica Polese frisou que o uso da melatonina só é indicado para quem tem deficiência do hormônio. “Quem não tem a deficiência da melatonina não vai responder ao tratamento”, frisou.

Dicas antes do uso

  • 1. Fique atento aos horários

    Estabeleça horários regulares de deitar e acordar.

  • 2 Dê atenção ao quarto

    Mantenha luz baixa ou nenhuma luminosidade no quarto.

    Invista em um colchão e travesseiros confortáveis.

  • 3. Desligue os aparelhos

    Não utilize celular, computador ou tablet próximo da hora do dormir. A luz emitida por esses aparelhos atrapalha a indução do sono.

    Não tenha televisão no quarto, se possível. Os especialistas indicam que o quarto deve ser um espaço reservado para dormir.

  • 4. Cuide da alimentação

    Evite alimentos como café, comidas pesadas, refrigerantes à base de cafeína e bebidas alcoólicas antes de dormir.

    tome chás calmantes naturais, à base de maracujá, camomila, erva cidreira e valeriana, por exemplo.

  • 5. Exercícios

    Não faça atividades físicas intensas muito próximo à hora de dormir. O exercício libera adrenalina, que atrapalha o sono.

  • 6. Terapias

    Terapia Cognitivo-comportamental é indicada para pessoas que têm dificuldade para começar a dormir e acabam se irritando na cama. Com a orientação do psicólogo, a pessoa cria novos hábitos para que a cama seja usada apenas para dormir e para o ato sexual.

    Meditação e Ioga ajudam o corpo a relaxar, melhorando a qualidade do sono, porque reduzem a ansiedade e a tensão.
    Fonte: Médicos consultados e pesquisa AT

Postado em: 8 de outubro de 2019

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe um comentário

Utilizamos cookies para melhorar a sua expirência, otimizar as funcionalidades do site e obter estatísticas de visita. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa política de privacidade.

Configurações de cookies

Abaixo você pode escolher quais tipos de cookies permitem neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalOur website uses functional cookies. These cookies are necessary to let our website work.

AnalyticalOur website uses analytical cookies to make it possible to analyze our website and optimize for the purpose of a.o. the usability.

Social mediaOur website places social media cookies to show you 3rd party content like YouTube and FaceBook. These cookies may track your personal data.

AdvertisingOur website places advertising cookies to show you 3rd party advertisements based on your interests. These cookies may track your personal data.

OtherOur website places 3rd party cookies from other 3rd party services which aren't Analytical, Social media or Advertising.